quarta-feira, 11 de junho de 2008

Primeiro Capítulo

Dos passeios que me propus fazer, resolvi começar por este por ser um percurso circular à volta da Sertã com uma dificuldade inicial aceitável, tanto a nível de quilómetros como de altimetria. O percurso, um verdadeiro parte pernas, com subidas e descidas constantes, mas como eu gosto. Juntei-lhe a subida ao picoto Raínho o que daria uma altimetria a rondar os 2200 metros de acumulado ascendente. Para começar é bom, pensei.
Saí da Sertã pelas 9.10 horas.
Como habitualmente o início foi feito a subir. Rapidamente deixei o alcatrão e entrei num estradão de terra batida com bom piso.
Pouco depois a primeira subida do dia. Curta mas muito íngreme e com alguma pedra solta o deu origem às primeiras gotas de suor. O aquecimento estava feito.
Segui em direcção à Cruz do Fundão através daquele carrossel demolidor. Aí chegado fiz a primeira paragem para abastecer de água.
Desci então meia dúzia de quilómetros até cruzar a ribeira grande e começar a longa subida para o picoto. Optei por um andamento certo, bom sem ser demasiado forte e apenas com uma ou duas paragens rápidas para fotografias. O calor apertava, mas à medida que ia subindo um vento por vezes demasiado forte ajudava a refrescar. A chegada lá acima foi rápida. Uma ou duas fotos e após inspirar o ar puro lá do alto, lancei-me por ali a baixo em direcção ao Figueiredo onde faria uma pausa para almoçar. A paragem foi no largo da Igreja. Não vi vivalma.
Continuei a descer até à ponte das Pombas. Transposta esta comecei mais uma subida que me levaria perto do Mosteiro de Santiago, também esta bastante inclinada e sem sombras.
Mais uma descida e uma subida, desta feita para o picoto da Pederneira a que também chamo o primeiro empeno (este nome é devido aos 5 empenos). Como aí cheguei relativamente cedo e me sentia bem, resolvi prolongar a volta mais uns quilómetros do que tinha previsto inicialmente.
Segui então o trajecto dos 5 empenos e dirigi-me serra da Longra acima subindo ao segundo empeno. Desci então para o Marmeleiro e mais ainda para o Muro onde me esperava a subida para a Azinheira e mais ainda para as Cortes.
A partir daí iniciei o regresso a casa onde cheguei um pouco antes das quatro da tarde e ainda bem a tempo de passar o resto da tarde refastelado no sofá a ver os jogos do europeu.
No final, os quilómetros em vez de 83 acabaram por ser 92 bem como o acumulado que tal como o percurso subiu para 2523 metros, um número bastante simpático.
Qualquer dia há mais.











7 comentários:

philippine lotto results disse...

that doesn't happen everyday. wish you all the best.

gambling game lottery disse...

Sorry if I commented your blog, but you have a nice idea.

powerball lottery numbers disse...

Its ok if the appearance of your blog is not good. The important thing is the topic or the content of your blog.

gambling disse...

We should have a great day today.

pcso lotto disse...

Its ok if the appearance of your blog is not good. The important thing is the topic or the content of your blog.

JORGE disse...

FÓNIX!!!! Nem que me pagassem fazia uma volta dessas...

Fernando Carmo disse...

Foi nestas paragens que, há mais de um século nasceu a minha avó paterna! Desde que nasci, invariavelmente, lá passo uns dias de férias, naquilo que considero como um dos palcos de eleição para o BTT. Obrigado pelas fotos e pelos nomes das localidades que me fazer recordar locais bonitos cheios de gente hospitaleira e genuína!
FC